sábado, 31 de agosto de 2013

o melhor lugar do mundo é aqui

Ao ver "O melhor lugar do mundo é aqui" na livraria, fiquei namorando a capa sem me atentar ao autor, ou melhor, aos autores: Francesc Miralles e Care Santos. Dele eu havia lido "Amor em minúsculas". E este foi o estopim para eu levar o livro para casa. Se bem que eu o teria levado de qualquer forma. Foi lançado na Espanha em 2008, mas só agora chegou ao Brasil.

O romance, lido em poucas horas, é delicioso. Os ingredientes são os mesmos do anterior: uma pessoa sozinha, sem muitas perspectivas que encontra outras que vão dar sentido às suas escolhas, além da adoção de um bichinho de estimação que vai tornar a vida mais animada. Lá era um gato, aqui um cachorro.  Lá era um homem, aqui é uma mulher, Iris. Ela tem 36 anos e acabou de perder os pais num acidente de carro. Após mais um almoço de domingo sem companhia e nenhum sonho que a estimule, decide acabar com a própria vida na linha do trem. "Estava prestes a fechar os olhos para aceitar a queda quando um estalido às suas costas a deteve de repente." Era um garoto de seis anos estourando uma bexiga.

Agradecida por continuar a viver, ela depara-se com um café que nunca tinha visto antes. O letreiro luminoso piscava "O melhor lugar do mundo é aqui." Curiosa, entra no estabelecimento e conhece Luca, com que passa a se encontrar todos os dias naquele local. Sempre em mesas diferentes, cada uma com sua magia e mensagem a ser decifrada. A paixão, o sorriso nos lábios e a lista do que fazer antes de morrer são inevitáveis. Com pitadas de fantasia, a leitura é envolvente. Além de nos mostrar a beleza dos haicais, poemas japoneses que reverenciam a objetividade e o presente. O texto tem ainda trilha sonora, entre as músicas selecionadas, The end, dos Beatles, e I am your man, de Leonard Cohen. Leiam, ouçam e não deem importância se algo parecer absurdo. "Nunca deixe que a realidade estrague uma boa história."

"O rouxinol
uns dias não vem,
outros vem duas vezes"



Anúncio que levou a personagem a adotar um cachorro.
 Ele trouxe à tona um momento inesquecível de sua adolescência

Deixe seu comentário e compartilhe suas leituras :-)

Nenhum comentário:

Postar um comentário