quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

o verão e a cidade


Que delícia ter lido "O verão e a cidade" (2011), de Candance Bushnell. Ele conta os dois primeiros meses de Carrie Bradshaw em Nova York. O livro é a continuação de "Os diários de Carrie" (2010), que fala sobre sua adolescência e que não me deu vontade alguma de ler. Ambos vieram bem depois do livro, da mesma autora, que deu origem à série "Sex and the city" (o livro é de 1995 e a série estreou em 1998). Eu comecei a assistir pela última temporada, há dez anos.

Carrie está prestes a completar 18 anos. Seu sonho é ser uma escritora famosa. Para tanto, consegue com que o pai lhe deixe fazer um curso de escrita criativa em Nova York. Ao chegar na cidade, é assaltada e vai parar na casa de Samantha Jones, que a apresenta à badalação nova iorquina. Pronto. Esse foi o primeiro passo para a vida agitada que a esperava e que todos que assistiram a série conhecem. Lá ela é inserida na alta roda da cidade, que tem escritores, artistas, estilistas e muita gente que só quer saber de curtir as grandes festas. A década é de 80, embora eu tenha visto poucas referências a esta época no romance. 

Surgem romances, desapontamentos, fracassos, volta por cima. Carrie conhece Miranda e também Charlotte, lá nas últimas linhas. 

O livro é puro entretenimento. Mas dá uma boa vontade de passar pelas situações que a protagonista, que no fim sempre se dá bem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário