quarta-feira, 16 de maio de 2012

a luz da ioga

 

Conhecida como invertida sobre a cabeça, essa é a posição mais importante da ioga. Chama-se Salamba Sirshasana. Salamba significa apoiado. Sirsha, cabeça. Sua prática constante rejuvenesce a capacidade de raciocínio, pois faz fluir o sangue, tido como mais puro e saudável, pelas células cerebrais. Mas é só uma parte mínima dos benefícios que a ioga pode nos proporcionar.

Essa informação está na edição concisa de “A Luz da Ioga”, de B. K. S. Iyengar. A primeira edição do livro, em sua versão completa, é de 1965. 

Apesar de trabalharmos o corpo durante as posturas, é importante ressaltar que ioga não é exercício físico. O objetivo é maior. A palavra ioga tem origem sânscrita e significa união. Ou seja, é a harmonia completa do ser humano com o seu “eu” interior e o seu “eu” divino, a fim de se obter o domínio do corpo e da mente. Por isso, transcende a atividade física.

Iyengar nos explica os oito estágios da ioga:

Controlam as paixões e emoções do iogue:
1. Yama: mandamentos morais universais
2. Niyama: autopurificação pela disciplina

Conservam o corpo saudável, em sintonia com a natureza:
3. Asana: postura

Regulam a respiração e, por consequência, controlam a mente:
4. Pranaiama: controle rítmico da respiração
5. Pratiahara: remoção e emancipação da mente do domínio dos sentidos e de objetos exteriores

Levam a pessoa a lugares mais íntimos da alma:
6. Dharana: concentração
7. Dhyana: meditação
8. Samadhi: estado de supraconsciência alcançado através da meditação profunda

O livro concentra-se, sobretudo, nos asanas, que são as posturas. De forma direta e didática, traz sugestões, advertências, melhores horários e locais para uma prática saudável e mais condizente com os preceitos da ioga, além de dicas sobre higiene e alimentação. E para cada postura mostra técnicas, grau de dificuldade e efeitos que ela nos oferece. Tanto no corpo como na mente. Aliás, Iyengar é hoje o nome de um estilo que o próprio autor criou, a fim de mostrar que a ioga é para todos. Desconsidere certos exageros na introdução, principalmente no que se refere ao desapego total, e aproveite a leitura. Namastê.

Algumas dicas e mensagens:

"Como um alpinista que não consegue atingir o cume da montanha por falta de vigor, uma pessoa que não consiga superar sua incapacidade de se concentrar é incapaz de atingir a realidade."

"O caráter é moldado pelo tipo de comida que comemos, e pelo modo como nos alimentamos. Os homens são as únicas criaturas que comem quando não estão com fome, geralmente vivendo para comer e não comendo para viver."

"Nenhuma tensão forte deve ser sentida nos músculos faciais, orelhas e olhos, ou nos músculos respiratórios, durante a prática."

"O método certo de executar as asanas traz leveza e ótima disposição tanto para o corpo para a mente e uma sensação de união do corpo, da mente e da alma."

2 comentários:

  1. Estou procurando este livro e não consigo encontrar. Poderia me ajudar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciano. Este livro está esgotado. Mas vi que no www.estantevirtual.com.br há exemplares usados para venda, se lhe interessar. Boa sorte :-)

      Excluir